[Mudanças Climáticas] Sequestro de Carbono

É inegável a contribuição das árvores para a qualidade de vida aqui na terra, seja equilibrando a temperatura ou tornando o clima mais agradável, elas executam um grande serviço para a humanidade. Mas um dos mais importantes e essenciais benefícios que elas proporcionam é o sequestro de carbono, ou seja, retiram os gases do efeito estufa do ar e, em troca, devolvem oxigênio. Realizando esse sequestro de carbono, elas aliviam, também, muitos problemas respiratórios, já que 0,04% do ar que respiramos contém CO2. Esse índice é pequeno, mas é o bastante para fazer um grande estrago. Quem nunca ouviu aquela famosa frase: 'De grão em grão, a galinha enche o papo.'? Isso se aplica nessa pequena porcentagem, respirando um pouquinho de CO2 todo dia, esse 'pouquinho' se acumula e se torna 'um montão'. Daí vem a importância de ter uma árvore por perto. Para realizar a filtragem natural desse ar.

CO2
CO2: principal causador do aquecimento global.


Leia também:
Estima-se que cada hectare de floresta, principalmente em fase de desenvolvimento sequestra em média de 150 a 200 toneladas de carbono. É exatamente nessa fase de crescimento que as árvores demandam uma quantidade grande de gás carbônico para que se desenvolvam de forma adequada. Esse fenômeno natural retira uma quantidade considerável de desse gás poluente da atmosfera, beneficiando a vida humana. O gás carbônico, o mesmo absorvido pelas árvores, é o principal gás causador do aquecimento global e é o mesmo expelido pelos canos de descarga de automóveis, chaminés de fábricas e queimadas. Sem dúvida, o aproveitamento de áreas degradadas para o plantio de árvores é uma das possibilidades mais efetivas e  uma importante arma no combate ao aquecimento global.



Porém, essa não é a unica forma de sequestro de carbono, há também como fazer o sequestro geológico de carbono, devolvendo para o subsolo o carbono da atmosfera. Os gases de exaustão produzidos pela indústria são separados através de um sistema de filtros que coletam o CO2 descartado. Desse modo, esse gás é comprimido, transportado e injetado diretamente em reservatórios geológicos adequados, podendo ser campos de petróleo maduros, aquíferos salinos ou minas de carvão. Os reservatórios geológicos são altamente eficazes para aprisionar fluídos em profundidade, pois nem intensos terremotos conseguem fazer com que o material vaze para a atmosfera devido às rachaduras no solo. Vale lembrar que esse carbono ficou muitas centenas de anos aprisionado em campos de petróleo e gás natural subterrâneos e permaneceriam intactos se o homem não resolvesse trazê-los para a superfície.


Postagens mais visitadas deste blog

Identificação Civil Nacional (ICN)

Temer entrega ratificação do acordo do clima de Paris na ONU

[Vamos Apoiar] 10 Medidas Contra a Corrupção